É meu!

É meu!
Pare com o roubo de conteúdo!

9.9.07





Humpata. A caminho do Bimbe, 2003.

2 comentários:

Anónimo disse...

E eu a pensar que já conhecia tudo no Lubango, gostava de visitar alguns desses sítios bruco fenda do bimbi Cascata da Hungueria, mas não sei o caminho, será que me podia dar umas dicas?
Já tive perto da Fenda do Bimbi pois fui a cascata da zootécnica, sem onde fica a Huila e a Palanca, pelo que entendi dois caminhos possíveis para a Cascata da Hungueria.

Estou no Lubango há dois anos conheço muita coisa se me poder ajudar em como chegar a estes sítios ficaria eternamente grato.
tiago_b_guimaraes@sapo.pt

Okawa Ryuko disse...

Tiago Guimarães:
A província da huíla tem muitos segredos! Mas estes três sítios são até muito famosos. Exacto, para o Bimbe vai-se via estação zootécnica, por uma estrada de terra. Basta indagar a um dos funcionários que lá trabalham que eles lhe dizem qual (para quem está frente à estação é uma estrada que segue pela direita. O Bruco é muito simples: vai para a Escola de Regentes Agrícolas do Tchivinguiro. Conhece o lago com nenúfares que pertence a esse complexo? A estrada para o Bruco fica aí. De carro só avança mais um pouco,depois tem de descer a pé. É um passei fabuloso, aliás como o Bimbe e a Hunguéria. Quanto à cascata da Hunguéria, pode ir pelo Jau que é como eu ia. Mas agora há outra estrada alcatroada que segue pela Huíla. MAs qualquer pessoa que encontre no Lubango sabe indicar-lhe isto tudo. Desejo-lhe bons passeios pela minha terra natal!